Atuar no lugar do seu dia a dia com o mundo nas mãos
para fazer do mundo uma só família no amor!

"Os cristãos leigos são homens e mulheres da Igreja no coração do mundo, homens e mulheres do mundo no coração da Igreja!" (PUEBLA 789)

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

VI ASSEMBLEIA DOS LEIGOS MISSIONÁRIOS XAVERIANOS

Aconteceu nos dias 13 e 14 de novembro de 2016 a VI Assembleia dos Leigos Missionários Xaverianos, na Casa de Retiros dos Missionários Xaverianos no Recanto das Mangueiras em Coronel Fabriciano – MG, com o Tema: O Rosto humano dos Xaverianos e o Lema “Viver a misericórdia fazendo do pobre e excluído o altar de Cristo”. 
 
Os grupos participantes do Brasil Sul (PR, SP e MG) foram:  Coronel Fabriciano/MG,  Curitiba/PR, Goioerê/PR, Hortolândia/SP, Laranjeiras do Sul/PR, Ourinhos/SP, Piracicaba/SP, São Paulo/SP e Santo André/SP. Estiveram presentes também os noviços Giomar Henrique, Everson Kloster e Gilberto Santos. 
 
  
Sob a coordenação de Patrícia Nunes Araújo a assembleia teve início no domingo 13 e com a triste notícia do falecimento do Padre Humberto Veja, sx, com o coração triste, porém a certeza de que como cristãos ele está em Deus e com Deus.Em seguida com oração conduzida por Goioerê e Laranjeiras do Sul e a belíssima apresentação do Grupo Canto Coral de Recife que estava hospedado na mesma casa e representando o Estado de Pernambuco em um encontro de Corais, com a capela do Salmo 23 e a Oração do Pai Nosso, ambas emocionantes a assembleia teve início. 
 
Foto: site http://infoxbrasilsul.blogspot.com.br/2016/11/pascoa-do-nosso-querido-pe-humberto.html
Grupo Canto Coral de Recife-PE.
A animação ficou por conta da Juventude Missionária de Coronel Fabriciano e Renato de Hortolândia e os tópicos principais foram: Histórico da Caminhada dos 6 anos do Laicato Brasil Sul, apresentado por Patrícia Nunes; Formação sobre a temática O rosto Humano dos Xaverianos com o Padre Alfiero Ceresoli que lindamente nos apresentou que São Guido já sonhava enviar leigos para a missão e que ainda nos deixou um recado: "Se mexam, se agitem, não fiquem parados"; em seguida houve o Momento de Oração pessoal com Deserto e em seguida a partilha conduzidas pelo Paulo Moroni. Logo em seguida na continuidade com a elaboração sobre a Regra de Vida dos Leigos Missionários Xaverianos que vem sendo construída desde o início da caminhada em 2010 com trabalhos em grupo, esta foi coordenada pelo Celso Machado e Padre João Bortolocci que reuniram as contribuições em texto para apresentar na Assembleia. Os participantes foram divididos em cinco grupos para debater e trabalhar sobre as Regras de Vida que já temos vivido e desejamos documentar.
 
Com a partilha sobre a experiência missionária no Alto Solimões pela leiga xaveriana Patrícia Nunes de Araújo que apresentou todas as necessidades missionárias que existem naquela região e as possibilidades de atuação dos Leigos, realidade que os Leigos conheceram através do convite do Bispo xaveriano, Dom Adolfo Zon. E ao final a leiga xaveriana Elizete da Aparecida Toledo, partilhou a vivência missionária na Guiné Bissau – África, momento onde todos participantes ficaram muito tocados e envolvidos com a dura realidade local principalmente no que diz respeito à saúde e ao mesmo tempo encantados com a alegria da juventude. Os Leigos missionários xaverianos são parte dessa vivência e foi um momento de partilha muito animador. O domingo encerrou com a Santa Missa e em seguida com um belíssimo momento cultural com a apresentação sobre o Congado conduzida pelo jovem Igor da cidade de Coronel Fabriciano.
Na manhã da segunda dia 14/11, ocorreu a socialização do 3º encontro da Conferência dos Religiosos do Brasil , seção Paraná – CRB-PR sobre a vivência dos leigos e os carismas congregacionais bem como o Documento 107, Cristãos Leigos e Leigas “sal da terra e luz do mundo” (Mt 5, 13-14) e sua contribuição para os leigos do Brasil, com Maria Angélica K. Kovalhuk. O papel do Assessor dos LMX foi abordado pelo Padre Rafael Villaseñor, que também nos lembrou que devemos ter foco, se colocar no lugar do outro para escuta e nos dispor ao diálogo, assim como ter ações concretas e simples. E seguimos com as deliberações sobre a Regra de Vida, Aprovação do Estatuto da Associação dos Leigos Missionários Xaverianos e Projeto Missionário para o Alto Solimões, Eleição da coordenação 2016-2018 e posse da nova coordenação onde Patrícia Nunes Araújo foi reconduzida ao cargo para o biênio.
 
Reunidos todos participantes de mãos dadas elevaram o pensamento à Deus e com o noviço Everson Kloster realizamos a oração de encerramento agradecendo pela Assembleia e pedindo que Nossa Senhora da Estrada nos acompanhasse no retorno às nossas casas. Com o delicioso almoço e o famoso "Timtim" do padre João e agradecimento às cozinheiras que prepararam todas as refeições e mais o Grupo de Coronel Fabriciano que nos acolheu encerrou-se a VI Assembleia e retorno dos participantes para suas cidades.
 












 Fotos: Patricia Nunes Araújo
Texto: Elizete da Aparecida Toledo

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Padre Humberto Vega Aviña, saudade e gratidão eterna

     O domingo dia 13/11/16 amanheceu mais triste para a família xaveriana e para todos que tiveram a oportunidade de conhecer e conviver com o padre Humberto Vega Aviña.
     A notícia da precoce partida do querido sacerdote xaveriano, mexicano, que atuava como pároco da Paróquia Imaculado Coração de Maria na cidade de Piracicaba/SP trouxe perplexidade e um grande choque. Um padre tão jovem, tão amigo e tão próximo partiu para os braços do Pai.
   Os leigos missionários xaverianos estavam com seus membros reunidos em Coronel Fabriciano/Mg para iniciar a Assembleia Geral quando receberam a notícia.
     Apesar de toda tristeza que se abateu, os leigos se reuniram imediatamente para rezar e a certeza cristã que a vida é eterna e a esperança do reencontro após a morte, uniu ainda mais o grupo para dar continuidade ao cronograma da Assembleia, que foi realizado com êxito.
      Estarem reunidos aproximou ainda mais os leigos para apoiar com um abraço, um sorriso, ou mesmo o confortante silêncio de ter alguém ao lado para entender a dor, para ajudar a seguir.
     Fica o nosso carinho, reconhecimento e gratidão ao Padre Humberto por uma vida dedicada a missão.
     Seu sorriso largo, sua risada contagiante, seu jeito alegre continuará em nossos corações.
     Saudade e gratidão eterna por seu modo simples e sempre alegre de levar o evangelho e acolher, de modo especial a juventude.

     A Lázara de Gois Silva, leiga de Piracicaba afirmou a preocupação do padre Humberto com a juventude, destacando a importância dos jovens na construção do Reino e valorizando a presença deles nas atividades da igreja. Emocionada, ainda agradeceu a Deus pela proximidade pessoal dela e sua família com o padre, que ampliou o entendimento da grandeza do amor de Deus e foi um padre, um pai, um amigo, um grande irmão que deixou uma saudade imensa e um grande aprendizado.

     À família nossos sinceros sentimentos e orações e ao padre Humberto nossa gratidão e carinho eternos.

Leigos Missionários Xaverianos - Brasil Sul
leigosmxaverianos@gmail.com

domingo, 20 de novembro de 2016

FAMÍLIA A CAMINHO DA MISERICÓRDIA




 Aconteceu nos dias 05 e 06 de novembro a terceira e última peregrinação do Ano Santo da Misericórdia que se encerrou neste dia 20 de novembro.

Os três grupos foram organizados e preparados sob a coordenação de Tereza Cionek Grzybowski e Elizete da Aparecida Toledo-lmx, ambas contaram com a ajuda de inúmeras pessoas para os preparativos e nos locais que receberam os grupos de peregrinos a colaboração foi inestimável! Foram 150 pessoas que puderam experimentar de diferentes formas a Misericórdia Divina.  
Umas da orientações dadas pelo Papa Francisco recomendação para viver bem este ano consiste em: anunciar a misericórdia de Deus e realizar peregrinações; ir ao encontro de quem vive nas periferias existenciais para refletir e praticar as obras de misericórdia; perseverar na oração, no jejum e na caridade; realizar as “24 horas para o Senhor”; participar de peregrinação à Porta Santa; acolher os Missionários da Misericórdia enviados pelo Papa; perdoar de todo coração a todos e participar do Sacramento da Reconciliação; superar a corrupção; receber a indulgência (remissão das penas temporais dos pecados); participar da Eucaristia; fortalecer o ecumenismo e diálogo inter-religioso; converter-se.
Dentro deste objetivo o terceiro grupo de 50 pessoas iniciou a peregrinação com uma via sacra no sábado pela manhã na Praça do Cristo de Laranjeiras do Sul.







Os peregrinos seguiram para a Paróquia Imaculado Coração de Maria em Marquinho, sendo recebidos na Igreja pelo Pároco polonês Pe. Piotr Pochopień, onde fizeram a veneração da relíquia de Santa Irmã Faustina e tomaram o café da manhã e no cemitério fizeram a oração pelos fiéis defuntos.




Na Paróquia N. Sra Imaculada Conceição em Palmital os peregrinos tiveram um profundo momento penitencial com veneração a Santa Cruz, reflexão sobre as marcas do pecado, adoração ao Santíssimo e oração pelos nascituros.









A terceira parada foi na Paróquia Santa Maria Imaculada Conceição em Santa Maria do Oeste, onde teve um almoço servido pela comunidade e um momento especial de partilha com a comunidade local sobre a Polônia, Terra da Misericórdia e recepção do material oriundo do Santuário Mundial da Divina Misericórdia de Cracóvia, Polônia.





Os peregrinos seguiram para a Paróquia Senhor Bom Jesus em Cândido de Abreu, onde foram recebidos pelo Pe. Zdzislaw Nabialczyk, que também é polonês e explicou sobre o Sacramento da Confissão (Reconciliação).



Os peregrinos seguiram para o município de Reserva, onde foram acolhidos pela comunidade da Serra da Laranjeira e visitaram o Santíssimo Sacramento.


Ainda em Reserva, os peregrinos fizeram as confissões, participaram da Santa Missa e foram acolhidos em casa de família, onde jantaram, participaram de um momento de reflexão mariana e puderam repousar.








Na madrugada do domingo, os peregrinos seguiram para a Paróquia São Sebastião e Santuário Diocesano N. Sra Aparecida em Ponta Grossa, onde passaram pela Porta Santa do Ano Santo para pedir indulgências por eles próprios ou por falecidos.


Seguiram para Curitiba, onde também passaram pela Porta Santa do Santuário da Divina Misericórdia e participaram da Eucaristia. Retornaram à Ponta Grossa, onde novamente passaram pela Porta Santa da Catedral Sant’Ana.








Já em Prudentópolis onde os peregrinos foram recebidos pelo Pároco Pe. Dionísio Mazur e comunidade local, onde realizou-se uma celebração e bênção apostólica especial. Novamente tiveram a graça de passar por duas Portas Santas na Catedral da Imaculada Conceição e Paróquia São Josafat, que são de rito ucraniano, onde fizeram um lanche e tiveram um momento de descontração.






O encerramento foi na Paróquia N. Sra do Monte Claro em Virmond, onde a comunidade serviu um delicioso jantar. Os peregrinos voltaram felizes para suas casas com a sensação de plena paz oriunda no Ano Santo da Misericórdia.







Texto: Adelia Grzybowski

Fotos: Cristiane Ferreira dos Santos e Adelia Grzybowski

Imagens: www.google.com.br