Atuar no lugar do seu dia a dia com o mundo nas mãos para fazer do mundo uma só família no amor!

"Os cristãos leigos são homens e mulheres da Igreja no coração do mundo, homens e mulheres do mundo no coração da Igreja!" (PUEBLA 789)

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

PARABÉNS PAIS

PAPA FRANCISCO, NOSSO PAI ESPIRITUAL

Queridos  pais
Neste  dia, tão significativo para todos nós, bato à porta do  coração de vocês, com as palavras do nosso pai espiritual, Papa Francisco.
“Agradeçamos ao Senhor esta graça da paternidade na Igreja. Todos nós pecamos. Mas, não ter filhos, não ser pais é como parar na metade do caminho. Por isso, devemos ser pais. Um pai sabe o que significa defender seus filhos. Esta é uma graça que também nós padres devemos pedir: ser pais! A graça da paternidade pastoral e espiritual”.
Os pais usam dizer por aqui: “os filhos são a menina dos nossos olhos”. Que bela expressão da sabedoria brasileira que aplica aos jovens a imagem da pupila dos olhos, janela pela qual entra a luz regalando-nos o milagre da visão! O que vai ser de nós, se não tomarmos conta dos nossos olhos? Como haveremos de seguir em frente? Os jovens são verdadeiramente o futuro de um povo! Isto é verdade; mas não o são somente eles: eles são o futuro, porque têm a força, são jovens, continuarão para diante. Mas também, no outro extremo da vida, os idosos são o futuro de um povo. Um povo tem futuro se vai em frente com ambos os pontos: com os jovens, com a força, porque o levam para diante; e com os idosos, porque são eles que oferecem a sabedoria da vida. "Penso que nós cometemos uma injustiça com os idosos: eles jamais deixaram de dar, a sabedoria deles, a sabedoria da história, a sabedoria da pátria, a sabedoria da família, e disto nós precisamos. Papa Francisco exorta a dizer não à "cultura do descartável". Obrigado pela sua vida.

Diante da vida o Papa Francisco nos convida a termos 3 posturas:


1- A primeira postura: Conservar a esperança. Quantas dificuldades na vida de cada um, no nosso povo, nas nossas comunidades, mas, por maiores que possam parecer, Deus nunca deixa que sejamos submergidos. Frente ao desânimo que poderia aparecer na vida, em quem trabalha na evangelização ou em quem se esforça por viver a fé como pai e mãe de família, quero dizer com força: Tenham sempre no coração esta certeza! Deus caminha a seu lado, nunca lhes deixa desamparados! Nunca percamos a esperança! Nunca deixemos que ela se apague nos nossos corações!
2- A segunda postura: Deixar-se surpreender por Deus. Quem é homem e mulher de esperança – a grande esperança que a fé nos dá – sabe que, mesmo em meio às dificuldades, Deus atua e nos surpreende. Deus sempre surpreende, como o vinho novo. Deus sempre nos reserva o melhor. Mas pede que nos deixemos surpreender pelo seu amor, que acolhamos as suas surpresas. Confiemos em Deus! Longe d’Ele, o vinho da alegria, o vinho da esperança, se esgota. Se nos aproximamos d’Ele, se permanecemos com Ele, aquilo que parece água fria, aquilo que é dificuldade, aquilo que é pecado, se transforma em vinho novo de amizade com Ele.
3- A terceira postura: Viver na alegria. Queridos amigos, se caminhamos na esperança, deixando-nos surpreender pelo vinho novo que Jesus nos oferece, há alegria no nosso coração e não podemos deixar de ser testemunhas dessa alegria. O cristão é alegre, nunca está triste. Deus nos acompanha.


Eu louvo e agradeço a Deus pelo pai que tive, pelo seu testemunho de vida, sua bondade, honestidade, dedicação à família, trabalhador, homem de fé, homem de Deus. Esta foto foi na noite de minha ordenação sacerdotal em 15 de outubro de 1983.
Queridos pais, como o Papa, peço licença para bater delicadamente na porta do seus corações, neste dia dedicado a vocês, para lhes desejar parabéns e muita força de Deus para que possam testemunhar sempre o amor de Deus Pai e também para pedir a vocês, rezem por mim.
Feliz dia dos pais!

Pe. João