Atuar no lugar do seu dia a dia com o mundo nas mãos para fazer do mundo uma só família no amor!

"Os cristãos leigos são homens e mulheres da Igreja no coração do mundo, homens e mulheres do mundo no coração da Igreja!" (PUEBLA 789)

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Em Goioerê: Leigos MIssionários Xaverianos se encontram

O Grupo de Leigos Missionários Xaverianos Pe José Pedro da Silva de Goioerê - PR, se reúne todo 3º domingo do mês. Neste mês o encontro aconteceu em Janiópolis, na casa da Ângela Zaneti.  Com cantos e orações o encontro teve início e após com a  leitura e meditação do Evangelho do dia, feita pelo nosso irmão Pereira, em seguida a Palavra ficou aberta para a partilha. Terminada esta primeira parte da reunião,  Mauro Menon fez uma retrospectiva do ano passado, relembrando alguns pontos importantes que foram objetos de discussão, como por exemplo, assuntos da Assembléia Nacional em Coronel Fabriciano e a preparação do 2º Estadual de 2017 que será em Goioerê em setembro/2017. 
Em seguida a Isabel fez uma explanação sobre a Campanha da Fraternidade desde ano, clamando a todos pela responsabilidade  de cada um, na sua  casa, no seu trabalho, na sua comunidade e assim por diante: tema : Fraternidade-biomas brasileiros e defesa da vida.  Lema: Cultivar e guardar a criação.

Tema e Lema da CF 2017


Explicação do Cartaz da CF 2017


Após a explicação da CF 2017, foi relembrado pelo Mauro o compromisso assumido o ano passado  de trabalhar junto aos Casais recé-casados que estão ficando a margem da Igreja, inclusive foi uma das coisas que Pe. Ivan. Ficou definido  que todos em suas comunidades irão conversar com o responsável pela Pastoral familiar e o Pároco e juntos definirão a melhor maneira  de trabalhar esta questão. E por último, o Mauro falou da nova eleição para  o Coordenador, Vice-coordenador, Secretário, Tesoureiro e Suplente, até porque os grupos que ainda não  estavam organizados com uma coordenação completa , agora tem  que se organizar desta forma para que possa de fato se organizar melhor e poder passar para a  coordenação geral , relatórios do caminhar de cada grupo. Abriu-se então a discussão, para eleger esta coordenação do nosso grupo que  ainda não tinha esta organização definida.  E  por aclamação, elegemos nossa nova coordenação, uma vez que o Mauro já estava no cargo desde o inicio do Grupo  em 2014.
Ficou assim constituída nossa coordenação 2017/2018: Coordenador: Luiz Sanches Parra; Vice-Coordenador: Osvaldo Pelozato; Secretária: Ângela Zanete; Tesoureiro: Aparecido Donizete e Vogal: José Pereira.






Por fim, foi dado posse a nova coordenação, e encerramos nossa reunião, com um canto a Maria. E logo após a reunião,foi nos servido um delicioso almoço com churrasco preparado com muito carinho. E para o almoço contamos com a presença do nosso assessor Espiritual Pe. Aédio, que por compromissos de misas em sua comunidade, não pôde participar de nossa reunião.






Fotos: Isabel Menon
Texto: Mauro Menon

Leigos Missionários Xaverianos de Ourinhos em atividade

Em Ourinhos-SP as atividades dos Leigos Missionários Xaverianos desenvolvem-se na participação de cada um dos membros nas comunidades com as Pastorais, dentre elas a Pastoral do Batismo, Crisma e Pastoral Familiar e também no Curso de Teologia.

Reunião de Formação nas famílias

Momento de Lazer do Grupo

Primeiro dia do Crisma da terceira etapa


Fotos: João Diniz
Texto: João Diniz

Missão dos Leigos Missionários Xaverianos de Piracicaba

Aconteceu no último mês a missão no Setor Terra Prometida da Paróquia Imaculado Coração de Maria na Pauliceia em Piracicaba - SP. Acontecem visitas às famílias com bênção para as famílias e casas, com a Palavra de Deus e também os missionários realizam pesquisa sobre quem foi ou não batizado, crisma, casamento, qual a opção religiosa e se gostariam de se colocar a serviço nas pastorais da paróquia. Cada mês a atividade acontece em uma das comunidades.









Fotos: Maria Plácido
Texto: Maria Plácido
























sábado, 11 de fevereiro de 2017

A LEI DO ESPÍRITO

Evangelho de Mateus 5, 17-37

Continuamos  aprofundando o discurso do Sermão da Montanha. Lembremos
que a comunidade para quem está dirigido o texto é principalmente um grupo de pessoas que anteriormente pertencia ao judaísmo. Precisam
 clareza sobre as novas orientações da vida cristã no seguimento de Jesus, principalmente respeito aos antigos costumes.

Como é preciso atuar? Qual é o paradigma ou modelo a seguir neste novo estilo de vida?
Não é difícil pensar que existam entre eles dificuldades na nova vida nas comunidades cristãs, principalmente no decorrer do tempo que iam incorporando-se gerações novas.
Há dois domingos, lemos o texto das bem-aventuranças com o tesouro escondido nele. No domingo passado, continuamos com as parábolas do sal e da luz prometidas por Jesus aos cristãos.
A comparação com o sal e a luz do mundo relembra de uma forma muito simples a forma de vida dos discípulos de Jesus. Neles há uma grande riqueza, mas “se perde seu sabor já não serve para nada” ou, como uma luz escondida numa gaveta, não ilumina ninguém.
O Reino proclamado por Jesus é Boa Notícia se seus seguidores vivem o estilo de vida anunciado por ele, com sua novidade, arriscando a vida
, doando-se aos outros.
Hoje Jesus expõe o modo de viver diante do judaísmo, em particular a Lei. Neste momento, podemos perguntar-nos qual é nossa prioridade na nossa vida cristã?
Consideramos o cumprimento externo de algumas leis, sejam estabelecidas pelo costume ou pela tradição, como prioritários? Ou consideramos o espírito que essas prescrições simplesmente tentam comunicar?
Desde o início, Jesus esclarece que não veio para abolir a lei senão para dar cumprimento. Que significa isto? Ele defende o rigor das normas?

Às vezes este texto recebe uma leitura legalista que procura nele a justificação do cumprimento de mandamentos de forma perfeccionista. Atua-se quase por capricho, procurando uma sorte de ambição pessoal.
Com suas palavras, Jesus esclarece que o mais importante é sempre o que habita no coração do homem. Fica claro que ele não gosta dos escribas e fariseus que, possuidores de muito conhecimento da Lei, se transformam em “administradores” da Vontade de Deus. A lei foi criada para garantir e preservar a vida, mas não sempre foi bem entendida.
Jesus fala das normas da Lei, porém traz um nível superior: as atitudes e a
forma de proceder de uma comunidade cristã.

Ela permanece no espírito do Reino à medida que as comunidades o escolham sempre seu instrutor, a quem obedecer e seguir.
Jesus não se limita às normas ou preceitos estabelecidos. Vai além delas!

As prescrições são simples manifestações de uma realidade muito mais profunda e comprometida. È um modo de viver o seguimento de Jesus. Ser seus discípulos é um estilo de vida, de comportamento religioso, social e cultural.
Como disse o Papa Francisco:
“Não deixemos que nos tirem a alegria de ser discípulos do Senhor. ‘Mas, padre, eu sou um pecador…’: deixa-te levar por Jesus, sente sobre ti a Sua misericórdia, e o teu coração será preenchido de alegria e perdão. Não nos deixemos roubar a esperança de viver esta vida junto com Ele e com a força da Sua consolação”.
Unimo-nos a tantos e tantas pessoas que ao longo da história souberam ser fieis ao seguimento de Jesus indo além de uma letra, a lei, aquecendo-se continuamente do fogo interior do Espírito que nos transforma em verdadeiros seguidores e testemunhos de Jesus.
Ana Maria Casarotti, Missionária de Cristo Ressuscitado


domingo, 5 de fevereiro de 2017

Reunião da Coordenação Brasil Sul

A coordenação geral dos Leigos Missionários Xaverianos - Brasil Sul (PR, SP e MG), reuniu-se neste último sábado, dia 04/02/2017 em São Paulo, na casa da Patricia quando pudemos traçar ações, definir programações e planejamentos para o biênio 2017-2018. Estavam presentes: Patricia da Silva Nunes, Elizete da Aparecida Toledo, Maria Angelica Kovalhuk, Artidônio Rodrigues Silva, Padre João Bortoloci, Maria Raquel Lima e Terezinha F. Rodrigues Iglezias.

Vários foram os itens da pauta todos foram contemplados e discutidos a contento. As resoluções e encaminhamentos serão enviados por e-mail aos coordenadores dos grupos para apreciação e devolutiva. Com o delicioso almoço preparado pela Glória, encerramos a reunião.

Segundo Artidônio foi um momento especial em que fizemos uma breve avaliação da caminhada feita pela equipe que nos precedeu. Não saberia dizer quanto tempo seria ideal para falar de tantos momentos lindos vividos nesta caminhada de seis anos como Leigos Missionários Xaverianos. Deixo aqui minha eterna gratidão a todos aqueles que nos precederam. Um forte abraço a todos e que Deus nos ilumine para que juntos possamos fazer do mundo uma só família na fraternidade, justiça e solidariedade.




Texto: Artidônio Rodrigues Silva e
Terezinha F. Rodrigues Iglezias
Foto: Patricia da Silva Nunes